Como solicitar a segunda via do RG e CPF?

Vamos conferir o passo a passo necessário para a emissão da segunda via do RG e também do CPF dos brasileiros

Mais comum do que se espera a perda ou roubo de um documento de identidade como o RG (Registro Geral) e CPF (Cadastro de Pessoas Físicas), pode gerar muitas dúvidas por parte dos brasileiros, sobre como é feito esse processo, onde fazer e qual seria o custo. Pensando nisso, hoje vamos explicar como funciona todo o processo para emissão da segunda via do RG ou do CPF do cidadão.

Segunda via do RG

Nem todo mundo sabe, mas o RG, popularmente conhecido como Documento de Identidade possui validade para a 1º via do documento emitido. Após esse período será necessário renovar o documento para ser possível continuar utilizando-o.

Assim, tentando enxergar o lado positivo da perda ou roubo do RG quando na primeira via pode te ajudar a ficar em conformidade com a obrigação de renovar o documento. Afinal ter o RG vencido pode fazer com que o cidadão seja barrado na hora de fazer outros documentos, ou ainda se inscrever em concursos, dentre outros.

Com a emissão do novo Documento de Identidade será possível acrescentar o número do CPF e também do Cartão Cidadão, o que acaba sendo uma mão na roda.

Para solicitar a segunda via do RG será necessário se encaminhar a Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado, ou ainda nos postos da Polícia Civil de sua cidade. Para isto, basta se dirigir a uma unidade, para solicitar o pedido apresentando os seguintes documentos:

  • Duas fotos 3×4 originais e o mais recente possível;
  • Certidão de nascimento, pode ser original ou cópia simples;
  • Certidão de casamento, também pode ser original ou uma cópia simples caso seja casado (a);
  • Boletim de Ocorrência (B.O) original ou cópia simples nos casos de roubo, ou furto;
  • CPF original ou outro comprovante de inscrição na Receita Federal (caso queria que o CPF conste no RG);
  • Cartão Cidadão original (caso queira que o número apareça no novo Documento de Identidade).

Os valores para emissão dos documentos podem variar de acordo com cada Estado, em Minas Gerais, por exemplo, é cobrado uma taxa de R$ 78, já no Paraná é cobrado uma taxa de R$ 38,30. Assim, será necessário se informar quanto ao valor para emissão da segunda via.

Vale lembrar que em determinadas situações como no caso de homens acima dos 65 anos e mulheres acima dos 60 anos, ou ainda em caso de erro de digitação do RG é possível se isentar na taxa.

Segunda via do CPF

No caso da emissão do CPF será necessário se atentar primeiro que existem dois processos para a emissão da segunda via do documento. A primeira para pessoas que não são declarantes do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) e outro para os cidadãos que declaram o imposto.

Quem não declara Imposto de Renda

Para quem não declara o IRPF o processo para emissão da segunda via do CPF pode ser feito diretamente no site da Receita Federal, veja:

  1. Acesse a página da Receita Federal para começar a solicitação da 2ª via do CPF;
  2. Preencha o formulário com o número do seu CPF, nome completo, data de nascimento, nome da mãe (como consta no RG) e número do título de eleitor. Depois, clique em ‘Enviar’;
  3. Visualize o comprovante e siga as instruções na tela para imprimi-lo.

Quem declara imposto de Renda

No caso dos cidadãos que declaração o IRPF, para tirar a segunda via do documento o processo ocorre através do eCAC, o Centro Virtual de Atendimento da Receita Federal. Para a utilização da plataforma será necessário um código de acesso, confira:

  • Acesse a página para gerar o Código de Acesso pra pessoa física;
  • Preencha os campos com o número do seu CPF e sua data de nascimento. Insira os caracteres de confirmação e clique em ‘Avançar’;
  • Na tela seguinte, informe os números dos recibos de entrega das suas últimas duas declarações de IR. Crie sua senha e depois clique em ‘Gerar Código’;
  • Acesse a página do eCAC e digite se CPF, código de acesso e senha;
  • Na tela inicial do eCAC, clique em Cadastros > Comprovante de inscrição no CPF;
  • Imprima o comprovante gerado e tenha a 2ª via do CPF em mãos.

Atenção! Todas as vezes em que o cidadão precisar imprimir o comprovante, será necessário um novo código de acesso. Isso porque, devido a questões de segurança, os códigos expiram 24 horas após serem gerados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 5 =